Fonte: +A a-


Revista de Marketing Industrial nº 2


Sinopse

Régie, Monopólio e Liberdade
Fernando Pessoa

Um texto do poeta português (1888-1935) reproduzido de forma literal do livro Sociologia do Comércio.

Notícias do Instituto
Instituto de Marketing Industrial

Fórum 96
Estudos de Mercado
Instituto tem novo Diretor Executivo
Um grande futuro pela frente
Uma politica de patrocinios para a Revista
Pró-memória do Fórum 95

Condução de satisfação no business-to-business
Robert Salle

Numerosas são as empresas que atualmente tem recorrido a estudos para avaliar o nível de satisfação de seus clientes. Parece que essa tendência se afirma, tanto por parte das empresas de serviços, quanto por aquelas de bens industriais.

A experiência inglesa de privatização
Luis Miguel Araújo

Em que medida o programa britânico de privatização de empresas pode sugerir idéias e caminhos para o Brasil? Pensamos que de várias formas. Principalmente porque, no âmbito da OCDE, a Grã-Bretanha desenvolveu um dos programas de privatização mas abrangentes e bem conduzidos.

Novos recursos humanos da empresa moderna
Luiz Carlos de Queirós Cabrera

Quais serão os recursos humanos da empresa moderna? No livro "The Age of Unreason" (1989), o consultor inglês Charles Handy propõe um esquema conceitual, batizado de "organização em trevo", já seguido por muitas empresas em todo o mundo.

Desmarketing (!)
José Carlos Teixeira Moreira

Certa vez, um amigo meu, executivo de um grande grupo empresarial, concluiu que a sua empresa era "desmarketada": tomava uma ação de marketing em alguns momentos "localizados"... e, obviamente, vivia reclamando do mercado e de seus concorrentes.

Novos contornos do Marketing Industrial
José Carlos Teixeira Moreira

Por uma prática mais saudável e lucrativa do Marketing Industrial

Times/Equipes: A construção de alianças
Américo Marques Ferreira

Trabalhar em equipe é tão natural quanto respirar. Mas sempre é possível aprender alguma coisa, principalmente no atual cenário de mudanças, marcado pelo fim do protecionismo, competição cada vez mais acirrada, exigências maiores dos consumidores e surgimento de novo conceito de parceria.

WEG avança com trabalho em equipe
Luiz Alberto Oppermann

A WEG, fabricante de produtos eletroeletrônicos industriais, de Jaraguá do Sul (SC) tem uma experiência bem-sucedida de gestão participativa.

Cooperar para competir ou competir para cooperar?
Nuno Rebelo dos Santos

Sempre que vejo algum documentário sobre a II Guerra Mundial, não consigo deixar de ficar algo intrigado e perplexo com a constatação de que, naquela época, incontáveis multidões apoiavam Hitler!

A filosofia empresarial do grupo Otroswein, pelo seu criador
Esthevon Otroswein

Transcrição da palestra do autor no Fórum Marketing Industrial 1995.

Selecionando clientes e mercados
Marco Antonio Ferrarolli dos Santos

Graças a um processo de seleção de clientes, cujo número diminuiu em 50%, a Alcan aproximou-se mais dos usuários de seus produtos, aumentou o conhecimento do mercado em que atua e reduziu os riscos do negócio.

Clientes mais próximos dos fornecedores
Miguel Paulo Henriques

A área de suprimentos não vem passando por mera mudança, como é regra geral no mundo dos negócios, mas por verdadeira revolução.

Cooperação no lugar de disputa
Albino Nadaes Campos

O número de fornecedores de produtos e serviços tem aumentado de uma forma geral. Antes o cliente prendia-se ao fornecedor até como forma de garantir acesso a determinado produto. Hoje, ao contrário, o fornecedor é que procura garantir acesso ao cliente,

Embaquim desenvolve idéias primas
Ronaldo Lopes Canteiro

Fazer produtos especiais que outros não fazem. Essa é a missão da Embaquim, uma empresa pioneira na fabricação de embalagens plásticas especiais para uma série de produtos, sempre de olho nas necessidades do mercado.