Fonte: +A a-


Revista de Marketing Industrial nº 63


Sinopse

Tratamento de canal
José Carlos Teixeira Moreira

Tradicionalmente, quando se menciona canais, surge a figura de um distribuidor, revendedor, posto de serviço e assim por diante - mas canal de vendas, definitivamente, não é só isso. Assim nos ensina o autor, a partir de sua longa experiência, sugerindo como as empresas teriam muito a ganhar repensando as relações com os seus canais.

Negociações de preços no marketing industrial
Alex Carneiro

Negociar preços, no marketing industrial, não é apenas uma questão de técnica, ou mesmo de arte. Como nos mostra o autor, cada negociação é uma nova oportunidade de reiterar laços de confiança e respeito que dão respaldo às relações duradouras.

Bens de capital: Investimento e Competitividade
Ricardo Prado Santos

No mundo capitalista, a dinâmica da economia depende muito da formação de expectativas no ambiente de negócios. Neste artigo o autor, um executivo de indústria, fala dos sinais ou sintomas que, uma vez percebidos, podem influenciar nas decisões sobre novos investimentos.

Atitude de empresa válida em um contexto de visão econômica
Renato Abe

Empresas válidas existem para servir a sociedade e encaram o lucro com meio, não como fim. Elas Apostam na prosperidade dos clientes, inclusive na dos que ainda pensam de um modo diferente. Para isso, o autor propõe táticas adaptáveis à diversidade dos ambientes de negócios.

Não deixe a rotina sufocar os sonhos
Sergio G. Vaz

Um projeto, dentro de uma empresa, pode ser uma palavra mágica. A reunião de pessoas em torno de projetos, dos mais variados tipos, deve ser uma orientação permanente de empresas emprenhadas em uma evolução deliberada. Projetos catalisam esforços, fortalecem equipes e criam novas perspectivas.

The Ruins of Malow’s Pyramid
Fernando Lanzer

O autor com muita sensibilidade, faz uso da conhecida "pirâmide de Maslow" para demonstrar que tanto esse conceito com vários outros, vindos de outras civilizações, podem sofrer limitações quando aplicados fora de seus "hábitats" originais.

Valor Percebido como elemento estratégico
Marcos Sardas

Estratégias baseadas no valor percebido pelos clientes permitem precificar melhor. Porém, como nos mostra o autor, nem sempre é fácil. Este artigo trata das maneiras de superar os obstáculos que se podem opor à precificação pelo valor percebido, na ótica dos clientes.

A mitologia e as narrativas empresariais
Andréa Fortes e Paulo Bittencourt

No 25º Fórum de Marketing Industrial, os autores nos mostraram como as sutilezas da construção de uma marca se associam às narrativas que mantêm viva a história da empresa. E ilustraram isso com um belo exemplo extraído da mitologia e com diversos testemunhos de empresários.

Mentoring: uma relação de valor
Vicky Bloch e Denise Casagrande

As autoras abordam o "mentoring" em seus diversos aspectos, formulam conceitos, esclarecem distinções com outras ferramentas de desenvolvimento de pessoas e dão dicas de como fazer, tudo isso tendo como plano de fundo um processo bem sucedido, no interior de uma grande empresa.

Missão impossível
Maria José Femenias Vieira

As empresas têm missões, visões e valores que se fazem perenes e norteiam a sua evolução. Mas... e os seus executivos? Será que eles têm missões pessoais e conseguem explicitá-las? Diz a autora: "A missão da empresa permeia a missão pessoal do executivo e vice-versa, mas a vida é muito dinâmica". Conheça os resultados de uma pesquisa que ela fez sobre o tema.

Produtividade na Constelação de Valor
Marcos Cunha Ribeiro

Produtividade quer dizer muito mais do que um conjunto de indicadores. Para o autor, é um atributo essencial das empresas que querem evoluir e das nações que almejam um melhor futuro para a sua sociedade. Neste artigo, o autor acrescenta novas maneiras de se enxergar a produtividade, tendo em vista a criação de valor.

Da mudança individual à mudança coletiva: A revolução silenciosa
Nuno Rebelo dos Santos

O texto resume a apresentação do autor no 25º Fórum de Marketing Industrial. Ele foi objeto de debates muito ricos, em um contexto no qual se discutiam as possibilidades da cooperação no ambiente de negócios.

O corpo humano e a empresa
Brasil Gonzaga Manfrin

Para o autor, empresas são como seres vivos. Todo bom executivo deve estar atento à saúde de sua empresa, tanto quanto à saúde de seu próprio corpo. As empresas doentes subtraem, para a própria sobrevivência, um adicional de tempo que deveria ser destinado ao seu futuro. É mais difícil crescer apagando incêndios a todo instante.

Opinião – 2014 – Oportunidade ou Oportunidade?
Andréa Fortes

Abstract News
Instituto de Marketing Industrial

Resumos qualificados (abstracts) de trabalhos recentes, resultantes de pesquisas universitárias e artigos de revistas, relacionados com o Marketing Industrial.